Google+ Badge

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

| Cego é aquele que não encherga além do que lhe interessa.

Hoje eu fiquei indignada com o que me aconteceu............ Estava indo para o meu emprego, que possue uma rua repleta por buracos, e uma calçada totalmente disnivelada. Isso é algo inconformável pra mim, que sei que aquele bairro, é de classe média. E nem os moradores tomam a iniciativa de pedirem por melhorias para os setores públicos, e nem a prefeitura se manifesta, pois ja existe uma reclamação protocolada na central de atendimento 156, falando a respeito deste descaso com os pedestres. A prefeitura deveria se importar, porquê a empresa onde eu trabalho, presta servisso a este orgam, e na empresa existem 4 PNES. Portadores de nescecidades especiais. Que passam diariamente por este local. Eu estava passando pela beirada, pois a minha esquerda, está uma outra rua sem saída, que fica dentro da rua onde eu estava andando, e nesse lugar não existe calçada, só muito barro. Quando eu ousso um carro vindo em alta velocidade, e meu 1º empulso foi ir para a esquerda, esperar o veículo passar, pra depois continuar seguindo. Essa foi a minha sorte, pois se tivesse ficado onde estava, ele sertamente ia me atropelar. Passou colado em mim, deu pra sentir, e ele conseguiu esmagar a minha bengala, e fez ela virar um verdadeiro l. Eu fiquei tão nervosa, não sabia o que fazer, não sabia nem a quem gritar, mais eu gritei. Como ainda nem eram 7:10 da matina, ninguém apareceu, e eu fiquei sem ajuda, e o carro continuou correndo. Isso foi uma verdadeira catástrofe pra mim, pois se alguém tivesse anotado a placa desse carro, dava pra registrar um boletin de ocorrensia, em fim, eu teria meios de me comunicar com esse motorista irresponsável, porquê e se ele tivesse me atropelado, me deixaria ali largada como qualquer coisa? Hoje as pessoas são tão covardes, que não assumem nem o próprio erro..... O mínimo que ele deveria ter feito era ter parado, e ter me perguntado: " Você se machucou?" Que nada, ele se importou com a sua pressa de chegar ao seu destino final, e continuou acelerando. Não estou querendo dizer que pelo fato de ser cega, ele tinha que ter me dado atenção, mais isso era obrigação dele pô, independente de ser deficiente ou não. É um caso sério, e eu estou muito brava com isso, e gostaria de saber a opinião de vocês. A bengala ja era, 2ª tem que comprar outra. Mais este foi um grande livramento que Deus me deu, porquê envez de ser a bengala, poderia ter sido eu.

3 comentários:

dorinnha! disse...

apesar da indignação, hoje eu ja me sinto bém melhor, e obrigada a todos os que me ajudaram ontem

Fernanda!!!! disse...

Oi maninha.
Essa sua postagem me dexou indignada sabe.
Por ela eu vejo o quanto a nossa sociedade precisa mudar em vários aspectos.
Nos deparamos com vários obstáculos em nosso caminho. Calçadas esburacadas, a falta delas, orelhões, postes e etc. Isso dificulta e muito nosso caminho e geralmente quando mais precisamos não tem ninguém pra nos auxiliar.
Apesar de estar indignada com a sua postagem eu fico feliz, pois nada de mais grave aconteceu com você, fora a perda da sua bengala, que com certeza deve ter te deixado totalmente perdida, pois ela é o olho de qualquer cego.
Temos que agradecer mesmo muito a Deus, pois ele te deu um grande livramento.
Um super beijo maninha.
Amo você.
Ferzinha.

Ikki disse...

Dorinha você é abençoada, tenho certeza que naquele momento Deus estava a protegendo.
E sobre este motorista, sem comentários, é um absurdo. Não existe mais respeito e sim covardia.
Pelo menos você está bem e é isso que importa. Talvez um dia as coisas mudem.

Bjs!