Google+ Badge

terça-feira, 29 de julho de 2014

--ultrasson 1 e 2.

oi gente! esse ppost deveria ter sido publicado antes, mas vamos la. no dia 03/07/14, eu fiz meu 1º ultrasson, que foi às 17:00. isso pq estava marcado pras 16:00. eu ja estava super nervosa, e anciosa pra saber como meu anjo estava. ele  nesse tempo media 2 centímetros, seu coraçãozinho pulsava a 170 vezes por minuto, e o meu tempo de gestação era de 8 semanas e 4 dias, e a data prevista pro parto, era até dia 05/02/15.
Foi emocionante saber como é que ele estava, e a médica era super atenciosa, e me descreveu tudo. melhor ainda foi poder ouvir seu coraçãozinho pela 1ª vez, nossa, eu me realizei. e obs:
ele ja se mexia  muito no 1º exame, e eu fiquei de cara! ainda era muito pequeno pra fazer toda aquela proesa, mas significava que ele(a) estava bem e saldável.
O 2º exame foi feito no dia  24/07, e eu já estava de 11 semanas. Esse exame é mais conhecido como translucência nucal, que tem o objetivo de averiguar pra ver se o bebê está se desenvolvendo conforme o esperado, e graças a deus está tudo bem, e essa médica não era tão atenciosa como a 1ª, mas eu fiz bastante perguntas, e ela disse que o bebê está bem, e (ja até estava chupando um de seus dedinhos, e batendo as perninhas na hora do exame!) e ele ja tem 4,8 centímetros. e seu coração pulsa a 158 vezes por minuto. a frequência cardíaca ia diminuir mesmo, logo logo 2º o que eu ja li, vai pra 140. eu fiquei feliz mais uma vez, e estou aguardando pelo próximo exame pra saber como é que meu bebê está! bom, por hora é só. bjs.

domingo, 27 de julho de 2014

--12 semanas de gravidêz.

Oi gente! eu e meu anjo chegamos a 12ª semana de gestação, e eu vim compartilhar com vocês o desenvolvimento dele.(a)


Seu filho já tem alguns reflexos, como, por exemplo, reagir quando você encosta na barriga, mesmo que você ainda não perceba. Outro reflexo que já está
presente, muito importante para depois do nascimento, é o de chupar.

Obs.: Segundo os especialistas, cada bebê se desenvolve em seu próprio ritmo, até dentro do útero. As páginas de desenvolvimento fetal têm o objetivo de
dar apenas uma ideia geral de como o bebê cresce durante a gravidez.

lista de 1 itens

Como fica sua vida
Seu enjoo deve estar melhorando, e logo você terá mais energia no dia-a-dia. Também deve estar mais aliviada porque o risco de aborto espontâneo agora diminui
drasticamente.

Talvez seja difícil de acreditar, se você ainda tem
náuseas
 o tempo todo, mas logo seu apetite vai voltar. Prefira comer
carnes bem passadas
 para reduzir os riscos de
toxoplasmose.

Seus dentes e gengivas ficam mais sensíveis e sujeitos a problemas durante a gravidez, por isso o ideal é marcar uma consulta no dentista -- embora ele
provavelmente vá evitar que você seja submetida a um
raio x
 (se ele for necessário, você usará um avental de chumbo).

Você também deve ter notado que sua
gengiva sangra mais
 quando você escova os dentes ou passa o fio dental, mas isso é normal. Para amenizar o incômodo, procure usar escovas de dentes bem macias.

-
Confira seu calendário do bem-estar para esta semana

Roupas e beleza
É um bom momento para caprichar no visual. Considere comprar algumas
peças básicas de roupa
 para grávidas, que durem a gestação toda. Amigas e parentes costumam emprestar roupas de gestante umas às outras, já que elas são usadas por pouco tempo.
Veja aqui como se vestir melhor nos próximos meses,
de acordo com o tipo de barriga
 que tiver.

Não tenha vergonha de pedir. Você também entrará no círculo depois, emprestando as peças que eventualmente comprar.

As
estrias
 podem aparecer já nesta fase, principalmente nos seios -- usar um sutiã com boa sustentação pode ajudar a preveni-las, ou pelo menos reduzir os danos.
Manter a pele hidratada é sempre bom.

sábado, 19 de julho de 2014

--11ª semana de gestação! feliz*****

Oi gente! hoje eu cheguei a 11ª semana, e queria compartilhar aqui. vamos as informações do babycenter:

11 semanas
Do alto da cabeça até o bumbum, o feto tem 4 centímetros e o corpo todo formado, desde os dentes até as unhas do pé. Seu bebê leva uma vida agitada,
dando chutes e se esticando
; os movimentos são tão fluidos que parecem um balé aquático. --
Agora, eu vou precisar vfaze um exame que se chama transendênsia nucal, pra saber se o bebê tem algum problema de caráter genético, e a minha go disse que ele deverá ser feito, na 13ª, semana. #odiei a idéia de ter que esperar mais duas semanas pra ver meu anjo, mas que fazer? nada! por hora nós vamos dormindo bastante e comendo bastante alimentos que sejam ricos em vitaminas, em nome do bem estar do bebê. qualquer hora tem  mais posts.

--novidades sobre a gestação. fiquei morrendo de medo-*

Oi gente!!!!! aqui estou eu, pra falar a respeito da minha gestação. essa noite foi uma das mais difíceis pra mim. dormi com muita dor na barriga do lado esquerdo, e quando eu acordei, me deparei com uma coisa esquisita, que não saía em grande quantidade mas me incomodou o suficiente, e eu fiquei prestando atenção pra ver se não tinha cheiro de sangue, e graças a deus não. era só mais um corrimento, e eu achei isso esquisito, e fui procurar saber no babycenter, o que significa, e aí vai:

Tampão mucoso
Conheça essa estranha secreção
Um aumento das secreções vaginais é normal na gravidez, mas converse com seu obstetra se perceber algum odor forte, coceira, desconforto ou cor amarronzada
(presença de sangue).

É impressão ou realmente tenho mais corrimento vaginal agora que estou grávida?
É bem comum ter uma quantidade maior de secreção vaginal (também chamado de leucorreia) durante a gravidez. A maior parte das causas é benigna e normal.


Esse muco, que tem aspecto leitoso e praticamente não tem cheiro, é causado pelo aumento do fluxo de sangue na área da vagina, mas não chega a ser muito
diferente do tipo que você já tinha antes de engravidar -- só o volume que é bem maior.

Para algumas mulheres, a produção de muco aumenta à medida que o parto se aproxima.

Como lidar com as secreções?
Lembre-se de que elas são mais uma das muitas mudanças temporárias que vêm com a gravidez. Veja o que pode fazer no dia-a-dia para ficar mais confortável
e evitar infecções:

lista de 13 itens
Mantenha a área genital limpa
Use sabonetes neutros, e só na parte de fora da vagina
Prefira calcinhas de algodão
Prefira usar calças largas ou então saias
Preste atenção se protetores diários de calcinha perfumados não estão irritando ainda mais a área
Não lave a vagina com ducha
Não use absorventes internos
Se precisar, carregue calcinhas extras com você para trocar ao longo do dia
Tome iogurte ou bebidas com lactobacilos vivos. Não está comprovado que isso ajude a manter o equilíbrio de bactérias na vagina, mas, como são alimentos
nutritivos, vale a pena tentar
Diminua a quantidade de alimentos cítricos ou ácidos, que podem provocar sintomas parecidos com os da
candidíase.
Só passe o papel higiênico no sentido da vagina para o ânus, e nunca o contrário
Tente diminuir ao máximo o açúcar refinado na sua alimentação
Se você fuma,
procure parar.
 Fumantes estão mais sujeitas a infecções bacterianas na vagina.
fim da lista

No que devo prestar atenção para falar com o médico?
Converse com seu médico se sentir os seguintes sintomas:
lista de 7 itens
Cheiro desagradável ou parecido com o de peixe
Cor amarelada, esverdeada
Cor marrom parecida com borra de café. Pode ser um pequeno
sangramento.
Aparência espessa demais ou talhada
Dor ou ardência na hora de fazer xixi ou ter relações sexuais
Coceira
Mudança repentina na aparência ou consistência da secreção
fim da lista

Dependendo dos sintomas, pode haver uma
candidíase
 ou uma infecção bacteriana, que precisam ser tratadas. A candidíase pode ir e voltar várias vezes durante a gravidez, mesmo com tratamento.

Como vou saber se o que está saindo não é líquido amniótico?
Sempre que você desconfiar que está perdendo líquido amniótico, procure atendimento médico. Os médicos têm como saber se o líquido é da bolsa amniótica
ou não.

Fique atenta se você perceber que o líquido é mais ralo que a secreção que você vinha tendo, ou se tiver traços de sangue.

O líquido amniótico pode ter um cheiro parecido com o da água sanitária (cândida). Um bom truque é colocar um absorvente limpo e observá-lo depois de meia
hora, para ver se está encharcado, úmido ou seco. Se você for ao médico, leve esse absorvente com você.--

Depois disso eu fiquei mais calma, e a minha dor também ja passou. o que esteve presente no dia de hoje, foi um grande n° de vômitos ao longo das refeições, mas isso faz parte do processo. por hora é só. logo logo eu volto com mais alguma novidade! beijos.

quinta-feira, 17 de julho de 2014

Bebê Chorando-- som de um sonho.



Oi gente! talvez vocês não estejam entendendo nada. Mas na última vez que eu sonhei com meu bebê, ele era bem pequeno, só usava fraldinhas, e chorava muito, pois tinha fome, e o choro se parecia muito com este que temos por aqui!

terça-feira, 15 de julho de 2014

--sexo durante a gestação.

Uma curiosidade que várias grávidas tem, e eu também tive. acompanhe abaixo:


A princípio não há contraindicação, e vocês podem manter relações sexuais sem temor durante a gravidez toda. Mesmo com a penetração, o pênis não tem como
machucar o bebê.

Agora, se você teve algum tipo de
sangramento
 no início da gravidez, é possível que seu médico a aconselhe a não transar com penetração até a 14a semana. Outras complicações médicas, como
placenta prévia
 ou
insufiência do colo uterino
 também podem levar o obstetra a recomendar abstinência.

Nos primeiros meses, é normal que o
cansaço,
a
náusea,
a
dor nos seios,
o estresse e a preocupação de um modo geral impeçam você de sentir o mesmo desejo de antes. Para muitas mulheres, isso tudo muda com o passar da gestação.


No caso dos homens, é comum que tenham medo de machucar a parceira ou o bebê durante o ato sexual. A melhor maneira de resolver esse problema é ele conversar
abertamente com seu médico e tirar as dúvidas. Alguns homens enfrentam também certa dificuldade para se ajustar ao novo corpo da mulher.
Com o crescimento da barriga, talvez você comece a se incomodar com o peso do seu companheiro, se for adepta da posição tradicional papai-e-mamãe. Procure
experimentar
posições sexuais
 que sejam mais prazerosas. No final da gravidez, vocês vão precisar de criatividade para que o sexo não fique muito desconfortável.

Sexo oral está liberado desde que nenhum dos dois seja HIV-positivo e não haja risco de infecção por alguma doença sexualmente transmissível.

Quanto ao sexo anal, ele pode ser feito, mas com cuidados especiais. A tendência a
hemorroidas
 pode significar possíveis sangramentos no ânus. Também é necessário prestar muita atenção à higiene, nunca passando direto do sexo anal para o sexo vaginal,
para que bactérias presentes no ânus não infectem a região da vagina.

O obstetra poderá pedir que vocês evitem o sexo no último trimestre caso você tenha histórico de
trabalho de parto prematuro.
Isso porque o sexo libera oxitocina na corrente sanguínea, o hormônio que ajuda o colo do útero a se preparar para o trabalho de parto, e também pode provocar
contrações.

Algumas pessoas deixam de manter relações sexuais durante toda a gravidez. Embora tal atitude seja perfeitamente normal, se acontecer com você e seu parceiro,
conversem bastante para que a questão não se torne um fantasma entre vocês.
Estamos "grávidos". Isso afeta minha vida sexual?
Alguns homens consideram o sexo durante a gravidez extremamente excitante; outros, no entanto, nem querem ouvir falar do assunto. Ambos os casos são perfeitamente
normais e dependem de uma série de fatores. Uma coisa é certa: a vida sexual muda na gestação.

O sexo pode machucar o bebê?
Talvez o motivo mais comum para homens (e mulheres) diminuírem a frequência sexual é o medo de machucar o bebê. Se você estiver preocupado com isso, esqueça.
Seu filho está bem protegido pelo líquido amniótico, e, a menos que o ato sexual seja extremamente bruto, quase não há chances de machucar a mãe ou o bebê.
E se minha parceira e eu tivermos formas diferentes de encarar o sexo nesta fase?
Mudanças da libido durante uma gestação são comuns tanto para homens como para mulheres. É possível que no primeiro trimestre da gravidez você sinta mais
desejo do que nunca. Para muitos homens, o fato de engravidar uma mulher representa uma espécie de confirmação de sua própria masculinidade. Além disso,
alguns futuros papais sentem uma conexão especial com suas parceiras, e essa proximidade é, em muitos casos, manifestada através do sexo.

Para outros homens, no entanto, o primeiro trimestre (e talvez a gravidez inteira) é um momento de menor desejo sexual, com o corpo da mulher menos divertido
e atraente. Há também a constatação de que, quando a gestação terminar, a parceira terá se tornado mãe, algo que encaram como não necessariamente sexy.


À medida que os meses passam, as diferenças de apetite sexual entre os parceiros podem continuar. A maioria dos homens tende a gostar das novas curvas
da mulher, mas muitos também consideram a barriga em crescimento e os seios vazando nada tentadores.

Uma coisa importante de se ter em mente é que o conforto da mulher tende a estabelecer o ritmo sexual do casal nesta fase. Sua parceira poderá se sentir
mais livre e disposta para o sexo agora que não precisa se preocupar com métodos anticoncepcionais. A idéia de ter criado uma vida junto com você também
pode ser estimulante para ela.

Por outro lado, grande parte do primeiro trimestre da gestação poderá ser marcado por
náusea e enjôos.
Às vezes há ainda a preocupação em machucar o bebê ou simplesmente o temor por parte dela de estar gorda demais.

O que fazer para manter uma vida sexual saudável?
A resposta é simples: mantenha um bom canal de comunicação, que permita a cada um de vocês expressar seus desejos e temores. Também uma oportunidade de
expandir os horizontes sexuais, principalmente no final da gravidez, quando certas posições, como o "papai-e-mamãe", podem ser desconfortáveis ou até impossíveis.

Tente variar de posição,
experimentando, por exemplo, deixar a mulher por cima, ficar lado a lado ou fazer a penetração vaginal por trás.

Agora, caso o sexo com penetração não esteja sendo prazeroso, transporte-se para aquelas épocas do começo de sua vida sexual, quando se fazia de tudo menos
chegar aos "finalmentes". Não era gostoso? Então, lembre-se de que masturbação, sexo oral e vibradores podem ser tão estimulantes quanto sexo com penetração.

Extraído de:
www.babycenter.com.br.


--enjouo é sinal de que a gravidez vai bem? -- ****entrando na 10ª semana.***

Oi gente! aqui estou pra deixar mais algumas coisinhas sobre meu bebê! 1º vou falar dos enjouos que estão muito presentes por aqui, e depois falarei sobre a semana que se inicia:

Pode até ser que enjoos sejam um bom indicador da gravidez, mas a ausência deles não quer necessariamente dizer que tudo vai mal.

Vários estudos já apontaram um menor índice de
abortos espontâneos
 entre mulheres que têm
náusea
 e vômitos durante a gravidez.

Além disso, alguns pesquisadores descobriram que as mulheres que apresentam bastante enjoo sintomas na gestação também correm menor risco de
partos prematuros
 e de dar à luz bebês com baixo peso.

O que a ciência ainda não determinou ao certo é por que isso acontece. Os médicos nem sequer sabem por que algumas mulheres enjoam tanto e outras não têm
nem um pingo de enjoo. Uma hipótese é que o aumento repentino dos níveis de hormônios como a gonadotropina coriônica humana (hCG) e do estrogênio teriam
a ver com os enjoos e o mal-estar.

Um dos indícios de que a quantidade de hCG (o chamado "hormônio da gravidez") está ligada aos enjoos é o fato de
grávidas de gêmeos,
que têm níveis maiores do hormônio, tenderem a sofrer mais com as náuseas.

Assim sendo, quem anda enjoando demais provavelmente pode se conformar em ouvir que isso é bom sinal para a gravidez. E quem não está passando por nada
disso também não precisa ficar preocupada. Inúmeras gestações se desenvolvem perfeitamente bem, com bebês saudáveis, sem as mães se sentirem enjoadas,
nauseadas ou terem
vômitos frequentes.

10ª semana:
 
Twitter
 
Google+

O feto tem apenas 3 centímetros de comprimento do alto da cabeça até o bumbum, e pesa menos de 4 gramas.

10 semanas
Mesmo tão pequeno, engole líquido e dá chutes o tempo todo. Todos os dias surgem novos detalhes, como as unhas e um pouco de cabelo, uma leve penugem.

Confira.
Os órgãos vitais -- o fígado, os rins, o cérebro e os pulmões -- estão totalmente formados e já funcionam, e a cabeça tem quase metade do comprimento do
corpo inteiro. A testa ainda está saltada, mas logo vai assumir uma forma mais humana.

Se você pudesse dar uma olhadinha no seu bebê esta semana, conseguiria enxergar claramente o desenho de sua coluna. Os nervos se expandem a partir da medula
espinhal.

Seu útero está do tamanho de um mamão papaia pequeno. Com a ajuda de um doppler, um estetoscópio por ultra-som, dá para ouvir as batidas rápidas do coração
do feto -- uma grávida comparou o som ao galope de um cavalo.

lista de 1 itens
Obs.: Segundo os especialistas, cada bebê se desenvolve do seu jeito - mesmo dentro do útero. O objetivo destas páginas sobre desenvolvimento fetal é dar
uma idéia geral de como o feto cresce dentro da barriga.
fim da lista
--- eu ja sinto o bebê, e eu sei que ele ja se meche, embora seus movimentos não sejam ainda perceptíveis, pois como dizem aí em cima, ele é muito pequeno! mas da pra perceber que do lado que ele fica, a barriga fica mais saltada, e ele(a) prefere o lado esquerdo, e também fica debaixo do meu umbigo quando eu estou de barriga pra cima. amanhã é dia de ir em mais uma consulta, e eu estou anciosa pra saber do meu anjo de novo! por hora é só galera. em breve tem mais.

sexta-feira, 11 de julho de 2014

----livro que eu li em 5 minutos: orientações sobre a gravidez.

GRAVIDEZ ORIENTAÇÕES BÁSICAS

  Parabéns, você está grávida. Isto deve ser encarado como uma situação
de graça e felicidade, e não como doença. Logicamente, sempre existe um
pouco de ansiedade com relação ao desenrolar dos acontecimentos, mas que
poderá ser aliviada a medida que você  e comadres", confie no seu
médico. Para que este guia fique mais didático, nós o dividimos em
alguns períodos, onde os acontecimentos são mais comuns. Antes de
começarmos, é importante lembrar que a gestação normal dura em média 9
meses solares ou 40 semanas; com uma variação normal entre 38 a 42
semanas. Primigesta quer dizer primeira gravidez. Multípara significa
mais de uma gestação. Consideramos aborto, quando o produto conceptual é
eliminado antes de 22 semanas. Feto é o nené dentro do útero, e
recém-nascido após o nascimento.
  O pré-natal, deve ser iniciado tão logo a paciente "perceba" a
possibilidade de estar grávida. Em geral as consultas são mensais até o
sétimo mês, quinzenais no oitavo mês, e semanais no decorrer do nono
mês. A gestação é coroada de sintomas desagradáve oportunamente nas
consultas.

PRÉ-NATAL

  No início da gravidez, podemos ter os seguintes sintomas: enjôo,
tontura, vômitos, dor de cabeça, salivação excessiva, cólicas uterinas
discretas, irritabilidade, sonolência, sensação constante de bexiga
cheia, prisão de ventre, etc. Nesta época, você i deverá usar para
aliviar determinados sintomas. Ainda nesta época, serão solicitados os
exames de rotina pré-natais, denominados de "perfil pré-natal". E
orientação da Organização Mundial da Saúde, pelo menos os seguintes
exames:
 Tipagem sangüínea e fator Rh
 Hemograma
 Sorologia para sífilis
 Urina
 Parasitológico de fezes Estes exames são obrigatórios. Obviamente,
outros exames podem ser solicitados a critério médico, sendo os mais
comuns a glicemia, sorologia para rubéola e toxoplasmose e o
papanicolau. Atualmente, o exame de ultra-som está entrando na rotina. O
ideal seria solicitar o primeiro exame por volta das 12 semanas e outro
no sétimo mês. Mas, esta conduta é variável de médico para médico e
depende, também, da presença ou não de determinadas patologias.

HIGIENE E DIETA

  Com relação à orientação higieno-dietética da grávida, é importante
lembrar que na alimentação o que interessa é a qualidade e não a
quantidade de alimentos ingeridos. Em geral, se a paciente já se
alimenta bem, é recomendável complementar com 1 litro d e verduras.
Deve-se, desde o inicio, controlar a ingestão de farináceos, frituras e
doces. De preferência, dividir em 6 refeições por dia, evitando grandes
períodos em jejum. O álcool deve ser evitado, limitando-se á ingestão
discreta (social>. O Fumo é um agressor fetal sorrateiro e perigoso,
devendo ser abolido na gestação. Quando impossível, permita-se até 5
cigarros por dia, com um intervalo de 4 horas entre as fumadas. O
aumento ideal de peso, atualmente, está permitido entre 10 e 12 quilos.
Ganhos menores de 9 e acima de 15 quilos aumentam o risco pré-natal.
Roupas adequadas para a estação, sapatos baixos (salto de até 3 cm),
sutiãs justos mas não apertados, e principalmente, a meia elástica de
média compressão para gestantes, devem fazer parte do vestuário da
grávida. Com relação á pele, deve-se evitar tomar sol sem protetores
solares, para que não apareçam manchas escuras, uma vez que a
pigmentação está aumentada na gestação. Óleos e cremes têm pouco valor
na prevenção de estrias, mas podem ser usados.

GINÁSTICA E ATIVIDADE SEXUAL

  Ginásticas de baixo impacto após o 4º mês e exercícios respiratórios
podem e devem ser praticados, desde que não haja contra-indicações.
Andar, nadar e pedalar é muito bom. Também alongamento. Um curso de
orientação para as mamães iniciantes é recomendá desde que não causem
cólicas nem sangramentos. Procure posições cuja penetração não seja
profunda (por exemplo, a lateral). Outras contra-indicações devem ser
discutidas com o seu pré-natalista.

MOVIMENTOS FETAIS

  Com o evoluir da gestação, principalmente após a 20ª semana, outros
sintomas ainda desagradáveis, mas também comuns, podem aparecer:
cãibras, dor lombar, fisgadas nas virilhas, azia, sensação de falta de
ar, inchaço nos pés; mas, o que mais chama a aten ser doloridas e chegam
às vezes a incomodar bastante principalmente á noite. Os movimentos
fetais começam a ser percebidos entre 18 e 20 semanas. A medida que o
feto vai crescendo, seus movimentos vão ficando mais intensos e
demorados, podendo inclusive, ser estimulados com sons externos como
buzina de bicicleta usada como teste de bem estar fetal. Quanto mais o
feto mexe, mais tranqüila a mãe deve estar, pois os movimentos estão
ligados diretamente a boa vitalidade fetal. O feto não dorme junto com a
mãe. Seu ritmo é diferente, e a cada 60 a 80 minutos de atividade, o
feto dorme em média 20 minutos. No final da gestação (após o 7º mês), a
paciente deve acostumar-se a deitar sempre do lado esquerdo. Esta
posição melhora a circulação renal da mãe, liberando mais toxinas
maternas e fetais, e melhora a circulação placentária com melhora da
oxigenação do feto. Deve-se, após o 8~0 mês, deitar pelo menos 1 hora no
período da manhã e 1 ou 2 horas no período da tarde nesta posição
(lateral esquerda). À noite procure também dormir, de preferência, do
lado esquerdo, eventualmente do direito, mas nunca de costa (barriga
para cima), pois esta, leva a palpitações, falta de ar, e queda de
pressão, chegando mesmo à perda dos sentidos (desmaio). Ainda no último
mês, começam a ficar mais freqüentes aquelas contrações que desde o 7~
mês já apareciam esporadicamente. Só que agora elas vêm com a sensação
de cólicas e começam a aparecer em maior número de vezes por dia,
principalmente á noite. Também são estimuladas pela movimentação do
feto.

PRÉ-PARTO

  Cerca de 15 dias antes do parto, a mãe entra num período denominado de
Pre-Parto. Nesta época, as contrações vão ficando mais intensas e já
dificultam até o sono materno. Em primigestas a mãe pode perceber a
diminuição do volume abdominal e pode elimina são mais perceptíveis na
primeira gravidez, e são denominados respectivamente "queda do ventre" e
eliminação da "rolha" ou 'tampão" mucoso. Aparecem em média 15 dias
antes do parto em primigestas, e menos tempo em multíparas.

TRABALHO DE PARTO

  As cólicas vão ficando cada dia mais freqüentes e mais intensas, até
que a mãe começa a apresentar 2 contrações (cólicas) a cada 10 minutos,
com duração de aproximadamente 40 segundos cada. Pode ser o início do
trabalho de parto. Deite-se do lado esquer de repouso não houve melhora
destas contrações, ligue para o seu médico ou dirija-se ao hospital onde
pretende dar a luz. Não fique afoita. O trabalho de parto em primigesta
leva em torno de 14 horas, e em multíparas entre 8 e 10 horas. Os
"alarmes falsos" são comuns, por isso, não se envergonhe se acontecer
com você. São sinais que devem ser avaliados imediatamente pelo médico:
 Hemorragia genital
 Perda de "água", principalmente se esverdeada pela vagina
 Dor abdominal intensa, com dor
 Parada de movimentos fetais por mais de 12 horas de estômago ou
distúrbios visuais
 Urina avermelhada ou ardor intenso ao urinar
 Febre
 Inchaço abrupto das mãos e rosto
  Ao chegar no hospital, a obstetriz de plantão irá examiná-la, e em
caso de internação a mesma comunicará ao seu médico (se particular), ou
ao médico do plantão. Em geral, você é submetida antes de ir para o
quarto, a uma tricotomia ((rasparem dos pêlos) o lado esquerdo, e a
obstetriz irá acompanhá-la até seu médico chegar, ou até a hora do parto
se for fazer com o plantão.

O PARTO

Procure seguiras orientações da obstetriz durante o trabalho de parto
(posição, respiração, etc.). Com relação ás anestesias, elas podem ser
peridural, raqui ou local. Para cada caso há uma indicação. Em geral, a
peridural é a mais comum, desde que o seu médico esteja na sala
acompanhando. O momento de instalação desta anestesia depende da
evolução do parto, e deve ser indicada oportunamente pelo seu parteiro.
Freqüentemente, a paciente sob estas anestesias (raqui ou pendurai),
perdem a capacidade de colaborar no período expulsivo do parto, o que
leva freqüentemente o médico a lançar mão do uso do fórcipe, realizando
um procedimento denominado fórcipe de alivio. Este procedimento é sempre
vantajoso tanto para a mãe como para o feto, e em geral diminui o
período de expulsão em torno de 30 minutos.

PÓS-PARTO

Após o parto, a mãe retornará ao seu quarto onde guardará repouso de
acordo com a orientação médica. O recém-nascido ficará as primeiras 6
horas em observação no berçário, onde será examinado e pesado, e só
então será liberado para a mãe.

AMAMENTAÇÃO

  O leite materno surge entre 03~ e 50 dias após o parto, e pode ser
acompanhado de inchaço nas mamas, dor e até mesmo febre. Antes da
"descida do leite", existe o "colostro" que é um tipo de leite mais
claro. Este leite é rico em anticorpos e deve ser of e depois das
mamadas. Alguns cremes podem ser usados para prevenir fissuras nos
mamilos, é comum a mãe referir cólicas durante a amamentação, fato este
considerado normal. O pediatra do hospital lhe dará algumas orientações
iniciais em como cuidar do nené e do umbigo. Em geral, o tempo de
internação varia entre 2 a 3 dias após o parto. Após 1 semana do parto,
você retornará ao consultório para retirada dos pontos (se for cesária),
revisão pós-parto, e outras orientações importantes. Ao completar 40
dias após o parto, você retornará ao consultório para exame ginecológico
e orientação quanto a anticoncepção. A amamentação do seu filho é muito
importante, e trabalhos mostram que as crianças que forem amamentadas
até os 6 meses, têm 3 a 4 vezes menos chances de serem internadas no
primeiro ano de vida. Não se esqueça das consultas de puericultura
(acompanhamento pediátrico) e nem das vacinas do seu filho. O seu
investimento foi muito alto para ser arriscado por tão pouco.

Autor: Dr. Osmar R. Coiás - Preceptor da Residência em Tocoginecologia
da Casa Maternal (INAMPS) Médico do Departamento de Obstetrícia do
Hospital São Paulo.

---9 semanas de gestação. os sintomas, minha percepçção a respeito.--

Oi galera! aqui estou eu, a mais nova mamãe do pedasso, pra compartilhar com vocês o meu períldo de gestação. Retirei estas informações do www.babycenter.com.br, e em seguida vou falar sobre meu anjo.


Como seu bebê está crescendo
Seu bebê pesa menos de 10 gramas, mas está crescendo rápido. Todas as partes do corpo já estão presentes, como braços, pernas, olhos e os órgãos, inclusive
os genitais, embora não estejam totalmente formados.

A orelha está pronta por fora e, ao final desta semana, também estará formada por dentro.
Agora que tem desenvolvida toda a estrutura básica do corpinho, ele vai começar a ganhar peso e tamanho de maneira incrível. O aspecto já é mais parecido
com aquele bebê que você terá nos braços daqui a alguns meses.
due_date/fetal_dev_9_weeks_sml
Obs.: Segundo os especialistas, cada bebê se desenvolve em seu próprio ritmo, até dentro do útero. As páginas de desenvolvimento fetal têm o objetivo de
dar apenas uma ideia geral de como o bebê cresce durante a gravidez.

Como fica sua vida
A menos que esta não seja sua primeira gravidez, você não deve ter barriga ainda, mas certamente está se sentindo
cansada
 e
enjoada,
portanto tem todo o direito de se paparicar. Os hormônios da gravidez têm vários tipos de efeitos colaterais.

Muitas mulheres têm fortes
dores de cabeça
 ou
dores nas costas,
como a causada pelo nervo ciático. Os hormônios também criam o ambiente perfeito para o surgimento da
candidíase vaginal.

A atividade física ajuda a manter a gravidez saudável e a acelerar a recuperação depois do parto. Mas não exagere -- escolha um
programa de exercícios
 seguro, que possa ser seguido durante toda a gravidez, e tome cuidado para não elevar demais a
temperatura do seu corpo.

Dá para confiar na data prevista do parto?
Isso depende um pouco da regularidade do seu ciclo menstrual. A maioria dos médicos calcula a
data prevista do parto
 contando 40 semanas a partir do primeiro dia da última menstruação. Mas estas contas não são exatas e por isso é melhor considerar a data do parto como
uma data aproximada.

Outra forma de contar a gravidez é através de ultrassons, medindo o tamanho do bebê. O desenvolvimento da criança durante o primeiro trimestre de gestação
varia pouco de mulher para mulher, o que torna mais preciso o cálculo de quantas semanas de gravidez já passaram.

A partir dos três meses, no entanto, essa conta fica mais complicada, já que as variações no tamanho e desenvolvimento de cada bebê são bem maiores.

Eu já posso sentí-lo(a) quando eu coloco a mão do lado esquerdo da barriga. às vezes ele fica no pé da barriga também. Eu me senti muito mal nessa semana que está terminando. Até minha pressão acabou subindo, mas graças a Deus eu já estou ótima, curtindo abessa essa faze. E no próximo ultrasson que será em Agosto, eu espero saber  sobre seu tamanho e seu peso que certamente já será maior que 10 gramas.
Bom, hoje eu queria contar só isso. Logo logo eu posto sobre os nomes que eu e marido escolhemos, e sobre o 1º ultrasson. que foi muito emocionante/importante. OBS: Eu já tenho barriga. Beijos!