Google+ Badge

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

--38 semanas. misto de sentimentos, o plano de parto.

Oi gente!!!!! Hoje chegamos às 38 semanas. Meu príncipe já viveu 266 dias.......
Eu estou mais emocionada do que nunca, pois a hora de vê-lo se aproxima, e isso deixa meu coração a mil.
Eu até que ando passando bem, só que ontem meu tampão começou a sair, e hoje ainda saiu mais um pouco. Eu liguei pra minha doula, que me explicou o que isso significa. Vamos conferir!

***
O que é o período premonitório do parto (pródromo de trabalho de parto)?

O trabalho de parto é antecedido por um período preparatório denominado de pré-parto, período prodrômico (ou pródromo de trabalho de parto) ou período
premonitório. Nesta etapa vários sinais estão presentes, demonstrando que o trabalho de parto e o nascimento do bebê se aproximam.

O período premonitório do parto ou período pré-parto é caracterizado pela presença de contrações, por vezes dolorosas, que ocorrem em intervalos e intensidade
irregulares, não apresentando ritmo. Essas contrações não são efetivas para dilatar o colo uterino e constituem o chamado “falso trabalho de parto”, onde,
embora haja contrações, não há alteração do colo do útero (ou seja, não há a dilatação do mesmo com progressão para o nascimento do bebê).

Nesta fase há a descida do fundo uterino (a barriga materna fica mais baixa), decorrente do encaixamento da cabeça do bebê na pelve materna. Essa descida
da cabeça do bebê acarreta no aumento de dores lombares e dores nas articulações dos ossos do quadril da gestante. As vezes a única manifestação é uma
sensação de “peso” na região supra-púbica (na região da bexiga).

Há ainda nesta fase, uma secreção exacerbada de muco pelas glândulas presentes no colo uterino, sendo eliminada uma secreção mucosa pela vagina, acompanhada
ou não de sangue em pequena quantidade. Este sinal é chamado de perda de tampão mucoso.

O colo uterino fica mais amolecido e progressivamente mais curto ao toque vaginal (processo chamado de amadurecimento do colo).

Próximo ao final da gestação, as contrações se tornam mais freqüentes e intensas e a regularidade associada à dilatação do colo uterino caracterizam o
trabalho de parto que se inicia.

Não é possível dizer o exato momento em que há a transição do período pré-parto para o trabalho de parto, pois o período premonitório do parto pode anteceder
o parto em dias; e esta transição ocorre normalmente de forma gradual e quase insensível.

Na noite anterior, eu praticamente não dormi. Tive inúmeras contrações de treinamento, + eram bem diferentes daquelas que eu tinha com 5, 6, 7 meses de gestação. Essas não situavam a dor somente na barriga, mas também nas costas, e na parte de trás da coxa. Mesmo assim eu continuei me exercitando com a bola, fiz alguns agaixamentos, e pedalei muito na bicicleta ergométrica, e também fiz caminhada.
Não quero passar de 41 semanas, pra que eles não tenham que indusir meu parto. Já disse que quero que meu príncipe venha ao mundo de forma natural.
Bom, meu plano de parto já foi protocolado na maternidade, e eu queria compartyilhar um pouco disso com vocês que me acompanham.
Vamos lá:



ADMISSÃO E TRABALHO DE PARTO
_ Não autorizo:
·         Realização de enema (lavagem intestinal) nem de tricotomia (raspagem dos pelos).
(Isso eu posso fazer em casa né gente. Sempre fui muito nogenta quanto a minha igiene pessual, e não acho que deva ser submetida a uma raspagen daquelas que parece que a enfermeira vai acabar cortando a sua vagina, de tão rápido que ela te depila. E às vezes pode acontecer da mulher evacuar no parto. Oo, pode ser, + pode não ser. então esse negócio de lavagen pra mim não serve. É só mais uma rotina que alguns hospitais mantém, e também o bebê vai sair pela vagina, e não pelo anos. Não a qualquer risco de contaminação.)
 
·         Rompimento artificial da bolsa se o bebê estiver bem.
·         Uso de drogas (soro, ocitocina...) para indução ou aceleração do trabalho de parto, sem indicação real.
·         Oferecer administração de analgesia ou anestesia, se achar que preciso eu solicitarei.
(Por quê vão romper minha bolsa sem qualquer explicação? 
Eu mesma posso responder isso.
Pra acelerarem o trabalho de parto.
Pera lá. 
Mas eu não estou com pressa, então não tem motivo!
E  existem bebês que chegam a nascer dentro da bolsa. Se ele estiver bem, não tem explicação pra tirá-lo do ambiente em que ele está acostumado.
A ocitossina, só serve pra que a mulher fique tendo contrações sem intervalo, também utilisada pra acelerar o trabalho de parto.
Eu quero que meu corpo trabalhe em seu rítimo, que as contrações venham, e deppois voltem. Nada de ficar 12:00 com dores intensas sem um tempinho pra respirar!
Quanto a analgesia, serve pra aliviar as dores do parto.
Mas se eu contratei os servissos da doula, automaticamente estão estabelecidos métudos para que as dores sejam aliviadas, como por exemplo:
Massagens, fazer uso da bola, e tomar banho...... Então não é nescessário na minha opinião.
Os médicos não suportam esperar. Mas se o corpo feminino foi preparado pra parir, ele mesmo possue seus métudos para aliviar os incômodos que surgirão no presente ato...... Então equipe, não se preoculpe! O que conta nisso tudo, não é o quanto de dor eu vou passar, + sim o bem estar do meu filho que está para chegar, de fporma natural e saldável!
Muita gente pode me achar radical, podem achar que eu estou dando uma de super mulher aqui, + não é. Por falta de informação, muitas gestamtes sofrem inúmeros tipos de violência na hora do parto, porque a equipe médica decide tudo, e não da a oportunidade da mulher escolher, pensar sobre o assunto. Ee guria, é a sua vida, e a vida do seu pequeno(a) que está em jogo!!!!!!!! médico sabe de muitas coisas, + ele não é Deus. Que fez tudo com perfeição, e ele te dará métudos para parir com tranquilidade.)

_ Gostaria de:
·         utilizar métodos não farmacológicos para o alívio da dor com ajuda da doula.
·         poder ingerir líquidos e alimentos (não ficar em jejum absoluto).
·         ter liberdade de movimentos como: caminhar, usar a bola e tomar banhos quentes para evolução natural e diminuição da dor.
·         restringir ao máximo o número de toques vaginais.
·         realizar monitoramento fetal por Cardiotoco apenas quando essencial e não contínuo.


 ( Não tem porquê ficar em gejun, se eu vou precisar de energia pra ter um bom parto. Se ficar 12, 13, 14, 15, ou 16:00 sem comer, vou tirar energia de onde?
Toques vaginais são realisados pra saber se a mulher já evoluiu ou não quanto a sua dilatação. Mas não precisa fazer isso a cada 5 minutos, certo? A mulher  pode acabar ficando nervosa com isso. Prefiro que eles oussam o coração do meu filho com o sonar, porque é mais fácil, e ele será monitorado da mesma forma.)
Como o plano de parto é muito estenso, eu volto no próximo post pra contar o que + eu coloquei aqui como prioridade para o tão esperado dia!
___Falando do príncipe:
Ele tem mechido de forma diferensiada nesses dias, + continua sendo a rasão da vida da mamãe aqui.
A malinha dele já está pronta, e só aguardamos então para a hora h.
Acho que agora minha barriga não vai crescer +.
Preciso tirar minhas últimas fotos, antes que ele chegue e eu não tenha registrado seus últimos momentos dentro de mim, sendo somente "meu".
Beijinhos gente, em breve eu volto!

Nenhum comentário: