Google+ Badge

sábado, 22 de março de 2014

'O desafio de ser Mãe', com a Pra. Vânia, esposa do Pr. Ricardo Bitun --atenção. no fim ela fala sobre as mães souteiras. video muito interessante

Oi gente!!!!! assim como eu disse, falaríamos das mães souteiras hoje. Um desafio que muitas vezes, exige delas muitas e muitas lágrimas, uma jornada triplicada de obrigações a serem cumpridas, mas elas são mulheres fortes, guerreiras, que receberam da vida, a função de criarem e educarem seus filhos sem a ajuda do marido. Seja la por qual motivo. Muita gente acha que se uma mulher é mãe souteira, ela tem menos valor do que uma mulher casada. Não é bem assim que as coisas funcionam. O que define o valor de alguém, não está relacionado com o statos que essa pessoa carrega. O que define o valor de alguém, é sabermos que tipo de coração esta pessoa tem. Então eu gostaria de deixar bem claro, a minha admiração por essas guerreiras, que muitas vezes passam por dificuldades extremas, e nem podem contar com suas próprias famílias, por conta do preconceito. E isso é simplismente orrível. A nossa sociedade, é manchada por esta doença, que está na vida de muitas pessoas, que não sabem abrir os olhos para a realidade, que tem o poder de julgar, de descriminar, de ignorar aquilo que não condiz com a sua verdade. Nós não podemos julgar a vida alheia, pois é só quem "vive", que sabe o praser e a dor que é de ser o que se é..... De que me adianta ter uma vida perfeita aus olhos da sociedade, e ter um coração amargo, cheio de rancor? Sendo mãe souteira ou não, o que importa, é a maneira com que você educa este presente que Deus lhe deu. Eu não estou fazendo apologia a produção independente nem nada. Só acho que ninguém escolhe ser mãe souteira ou casada. E não cabe a nós, olharmos de fora, e apontarmos o dedo. Porque amanhan pode ser a nossa vez de passarmos por uma situação semelhante. Será que alguém ja pensou nisso? Assistam ao video, e comentem. Beijos!

Um comentário:

Fernanda!!!! disse...

Oooois fia!!!! Adorei esse post, e o vídeo também é super interessante.
Seu blog é rico em assuntos que nos fazem refletir, nos fazem pensarmos em nossas atitudes.
Adoro isso!
Verdade, ser mãe solteira não é fácil, e a sociedade julga muito. Acham que a mulher pra ter um bom caráter, pra conseguir criar seu filho (a) com dignidade, precisa ter um status de casada, ter um homem ao seu lado.
Na verdade, as coisas não são bem assim.
As mães solteiras são guerreiras, pois enfrentam inúmeras barras para criarem seus tesouros, enfrentam a dureza de ficarem sozinhas, pois suas famílias geralmente as discriminam, por elas serem solteiras.
Eu também não faço apologia à produção independente, mas acho que se a mulher tem um filho solteira, não é as vezes por opção, tem um monte de fatores que influenciam nisso.
As pessoas deveriam calarem a boca, e deixarem de julgar, e perceber o grande valor que estas guerreiras tem!
Adorei o post!