Google+ Badge

quarta-feira, 22 de abril de 2015

--experiências parte 2.

Hoje eu venho falar mais um pouco a respeito das minhas esperiências como mãe. foi bem complicado pra mim organisar meu tempo com o bebê, e meus afazeres domésticos. pois nós que temos alguma deficiência, acabamos não fazendo as coisas com a rapidez que outras pessoas fazem. (isso não ´ é preconceito e mnem drama. é somente um ponto que ja pude observar. enquanto minha irmã lava a louça  em 5 minutos, eu lavo em 10 ou 15.)
eu passava a > parte do tempo cuidando do meu anjinho, e as  tarefas domésticas acabavam ficando atrasadas. agora que ele passa + tempo acordado, eu  consigo inteiragir com ele de diversas formas. antes dele tomar banho, (até 10:30 da manhã), nós brincamos um pouco, e ele toma sol. depois do banho, é hora de amamentá-lo, e de fazê-lo dormir se estiver com sono. senão, eu coloco geralmente um desenho para que ele assista. ele não gostou muito da pepapig. prefere os cãisinhos do caniu, e o smilinguido.
enquanto ele assiste seus desenhos, eu vou preparando o almoço. que sai pontualmente às 12:00. depois ele acaba coxilando um pouquinho, e eu aproveito pra arrumar a cozinha, varrer a casa, e passar pano. depois eu vou ver um pouco de tv, e aproveito pra descansar. afinal de contas, um coxilo não faz mal a ninguém! depois eu acabo levantando pra comer algumas coisas, afinal de contas ele está passando por um processo de desenvolvimento/crescimento, e meu leite precisa estar rico em cáucio e vitaminas. em seguida eu leio diversos artigos sobre a maternidade e comportamento infantil, e quando ele acorda, por volta de 15:00, eu o amamento, e nós brincamos mais um pouco. procuro deixar sempre seus brinquedos próximos a seu rostinho, e ali vou criando historinhas, vou fazendo uma voz grave, e uma mais aguda, para que ele perceba a diferensa dos sons e da minha tonalidade, também uso várias coisas que emitam sons, e  sempre falo olhando para seu rosto. mesma que não possa respondê-lo com olhares, ele está notando que meu rosto está voltado para seus olhos, e com isso, ele consegue prestar atenção no que estou dizendo. também estimulo seu tato, passando sua mãozinha em objetos ásperos, e outros lisos, ou + fofinhos. para que ele tenha desde já estas percepções. uso também os sons a minha volta como dos pássaros, para criar algo e me divertir com isto. passada a hora do brincar, 16:30 ele toma mais um pouco de sol, e 17:30 é hora do banho da noite. depois  nós alternamos entre mamadas, hora de falar com o papai do céu, brincadeiras, e hora do soninho!

Nenhum comentário: