Google+ Badge

terça-feira, 25 de setembro de 2012

disseram:

Disseram que eu sempre seria assim.
Teria que depender da vontade dos  outros pra me desenvolver,
pra trabalhar,
estudar,
dependeria também da piedade dos mesmos pra namorar,
me casar,
ser mãe.
Dependeria dos pais para ter onde morar,
para ter no quê me apoiar,
pra ter alguém pra literalmente me carregar.
Disseram que a sociedade ia me regeitar,
me discriminar,
me repugnar.
Mais eu disse  que Deus foi >  do que tudo isso que pronunciaram, e ele me deu uma vida cheia de obstáculos que foram superados, e transformados em árvores que forneceram a mim e aus que me assistem, o fruto de ter vensido tudo aquilo que um dia quis me derrubar.
Foi difícil, muitas lágrimas derramadas, muitas marcas, pernas arranhadas, narinas cansadas, pés recheados por bolhas, rosto banhado pelas gotas mais intensas de suór..
Mais foi preciso viver tudo isso, pra que eu mesma acreditasse em mim, e na minha capacidade de ser tão normal quanto aqueles que não possuem nenhum tipo de deficiência.
por isso eu digo, se a sua vida está confusa, se as coisas parecem desabar sobre você, dobre os juelhos e pessa forças a deus, que te  levantará do pó, assim como ele fez comigo.
Beijos.

3 comentários:

Fernanda!!!! disse...

Oiee menina!
Amei o texto, e tenho a certeza que a autora do mesmo foi você.
Ele realmente combina com a sua pessoa.
Lindo.
Amei.
Beijos.

dorinnha radashy disse...

oi fer. fui euzinha sin, e que bom que vc gostou, mais eu escrevi só o q eu senti, sem nada de mais!

Ikki disse...

Lindo o texto Dorinha. Você merece tudo de bom e do melhor. Beijos